sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Criar pendrive com persistência do Debian Stretch

A persistência é um recurso que permite que você salve todas as alterações feitas em um sistema live ( Sistema operacional executado em um CD / DVD ou pendrive de forma integral )





Persistência


A persistência é um recurso do sistema live, ele consiste em montar os diretórios descompactados na memória ram em uma partição do seu pendrive, com isso ao desligar o sistema rodando em live, todas as alterações feitas ( Programas instalados, configurações, dados pessoais ) ficam salvas na sua partição do pendrive, com isso da próxima vez que você subir o sistema live com persistência, ele estará idêntico a ultima vez que usou, similar a um sistema operacional instalado em um disco rígido.
 

Requisitos


1º. Uma .iso Debian Stretch

2º. Um pendrive de no mínimo 8 GB 


Para essa matéria iremos usar o Debian Stretch live, escolha entre non-free e free.

Iso live do Debian Stretch non-free (Preferencialmente)

Download

ou

Iso live do Debian Stretch free

Download


Aconselho usarem o LXDE para a persistência, ele é pequeno e leve, isso ira vavorecer e muito o uso do sistema operacional em live.


Grave a .iso no seu pendrive, recomendo o dd, para facilitar, você pode usar o Penboot que se encontra no link abaixo.


Penboot


OBS: O Penboot usa o dd, use ele ou o próprio dd, se usar outro programa não venha pentelhar falando que não funcionou.

Particionamento



Com a iso gravada no pendrive, de o comando abaixo no terminal para identificar o seu pendrive.

sudo -i

fdisk -l

No meu caso o pendrive está em /dev/sdb




Vamos criar uma partição no pendrive onde sera criada a persistência, de o comando abaixo no terminal para abrir o fdisk para o pendrive que vimos no comando anterior que está em /dev/sdb.


fdisk /dev/sdb

Tecle p para criar a partição.

p



Verifique o espaço livre no pendrive para se saber exatamente o quanto iremos usar para a nova partição.

Tecle F para visualizar o espaço livre no pendrive.

F


Sabendo o quanto poderemos usar do pendrive para a partição nesse exemplo irei usar 5 GB, de os comandos abaixo.

n


Deixe o padrão teclando p.

p


Agora devemos definir o nº  da partição, como já temos duas essa é o padrão 3, mas veja no seu caso qual é. Digite o nº da partição a ser criada e aguarde a criação.

3

Apenas tecle Enter para seguir.



Informe o tamanho da nova partição ( 5 é nesse exemplo, veja no seu caso o tamanho que ira usar) da digitando.

+5G


Pronto a partição que sera usada para a Persistência está criada.



Gave as alterações no pendrive dando o comando abaixo.

w


Agora vamos criar o sistema de arquivos na partição criada, para isso de o comando abaixo no terminal. ( Lembre de substituir o sdb3 pelo seu caso caso seja diferente )


mkfs.ext4 -L persistence /dev/sdb3



Defina o label da partição para persitence com o comando abaixo.

e2label /dev/sdb3 persistence


 Partição pronta.



Persistência


Para criar o arquivo de configuração da persistência devemos montar a nossa partição em nosso disco.

Crie um ponto de montagem na sua /tmp com o comando abaixo.

mkdir -p /tmp/pendrive

Monte o a partição que criamos no pendrive no diretório /tmp/pendrive com o comando abaixo. ( Lembre de substituir o sdb3 pelo seu caso caso seja diferente )

mount /dev/sdb3 /tmp/pendrive


Com a partição montada, vamos criar o arquivo de configuração da persistência na partição do pendrive, para isso de o comando abaixo, mas escolha a opção que atenda as suas necessidades.

Escolha só uma das alternativas.

Opção 1: Para salvar tudo em persistência, alterações na Raiz e na home do usuário live ( Dados pessoais, programas instalados, alterações nas configurações do sistema e do user live, tudo absolutamente tudo sera salvo na persistência).

echo '/ union' > /tmp/pendrive/persistence.conf

OBS: / union deve ser entre ' e não entre ", é assim '/ union'

Opção 2: Para salvar apenas as alterações na home do user live como dados pessoais e configurações dos programas e customização do ambiente gráfico, nenhum programa instalado por apt sera salvo.

echo /home > /tmp/pendrive/persistence.conf

Caso queira alterar manualmente as configurações de persistência use o comando abaixo.

nano /tmp/pendrive/persistence.conf

Arquivo de configurações criado.


Desmonte o pendrive com o comando abaixo.

umount /dev/sdb3

Boot

Usando a persistência


Ao dar boot com o pendrive criado, na tela do menu do boot tecle Tab




Ao teclar Tab ira aparecer a linha de comando do boot.



No final da linha apos components de um espaço e digite

persistence

Feito isso tecle Enter para dar o boot.




Sistema carregado com persistência.




Diretório onde a persistência é montada.

A cada alteração que você faz no sistema, diretórios e arquivos são adicionados nesse diretório.




Arquivos salvos na home, note que naveguei pelo diretório que o live usa para montar a persistência.




Programas instalados usando a persistência, são adicionados os lançadores no diretório do sistema mas na partição de persistência.

Note que instalei o Brasero, Htop e o mousepad programas que não vem no LXDE, todos devidamente instalados e salvos na persistência, toda vez que der boot com persistência eles estão prontos para o uso.
 


Consumo de recursos na persistência.

Note o Uptime de 09:39, reinicie a maquina para mostrar que nada foi alterado, veja no próximo print.




Uptime 00:43 , o sistema idêntico a antes de reiniciar.




Arquivos instalados estão todos ai.



Donate - Contribua para a melhoria do nosso trabalho!!











Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.